quinta-feira, 13 de março de 2008

Acredito na música (Ainda)...

É, exatamente, depois que conheci um carioca, vocês leram bem, um carioca, de nome Jonas Sá, no Sintonia Fina, site de crítica do Nelson Motta. O moleque tem uma levada muito parecida com a do Lulu Santos quando este era um cantor decente o quê infelizmente foi a muito tempo, para os mais novinhos que possam vir a ler isso aqui.

A minha empolgação no Jonas é que ele é carioca e, se não seguir os passos do tal do Lulu ou daquele cara que diz que é do morro mas não é porra nenhuma, está feito. Soube, definitivamente salvar a música fluminense que, desde que Tim Maia morreu, estava bem caída a bem da verdade.

Me preocupo agora é com meus conterraneos mineiros, porque o Jonas já tá na Somlivre e, daí pra Globo, é um peido. Tudo bem que a potência da mineirada na casa é boa (Diga-se de passagem a nova versão dos gambás pra música do baiano metido a ministro na novelinha das 7:35...) mas, pode-se abalar principalmente se o seu Nelsom mexer seus pauzinhos pelo moleque. Te cuida Flausino, pode ser que tu caia!

Aliás, vamos falar, já tá mais que na hora da minerada sair do topo da cadeia alimentar musical, penso até que já tinham saído mas, não qquis acreditar, porque, ser substituido por alguém de nome pití é F***. Então, eu particularmente preferia não acreditar nisso, mas, agora finalmente parece ter surgido alguém a altura do Playmobill e seus amigos para substituí-los, fico feliz, e, espero que o nome de Jonas Sá retumbe tanto quanto o de Samuel Rosa.

Outro dia, com mais saco, eu volto pra falar de outro assunto ligado a Nelson Motta, terminei de ler a estonteante biografia do mestre Tim Maia, inspiradora e, por isso mesmo, estou intimando TODOS a lê-la.
Merece um post só dela.
Abraços.

Um comentário:

Josy disse...

Eu também ainda acredito na música e na força que ela tem...
Acho que vou acreditar pra sempre...

Beijo menino, se cuida!