sexta-feira, 11 de julho de 2008

In(dig)Nação, de novo?

Não sei se sou eu, como sempre um tanto quanto sentimental, mas tenho achado o mundo e nesse quesito principalmente o Brasil, um tanto quanto indigno de seus habitantes, essa semana vi milhões de casos de pessoas que sinceramente, não deveriam viver no Brasil ou mesmo na Terra.

Isso me intriga, como podem haver pessoas de tão diferentes níveis se encontrando ou mesmo se vendo de longe em um mesmo espaço físico? Serão irmãos? Têm uma missão em comum? Pensam de maneiras parecidas ou mesmo idênticas?


Não importa, só peço que se alguém souber a resposta, poste aqui.

Abraços, Mensageiro

2 comentários:

Josy disse...

Well,

Já me perguntei muitas vezes isso?
[e vou morrer perguntando, a menos que ache a resposta antes]

Eu ainda não sei bem qual, mas deve haver uma razão.
As coisas não podem ser assim, simplesmente.

Is sad.

Andarilho disse...

Já ouviste o ditado que diz "uma maçã podre apodrece as outras"?

Pois a verdade é que as maçãs que se deixam apodrecer, eram já podres por dentro. Aqueles que são bons elevam o nível dos outros ao seu redor, e é por isso que pessoas tão diferentes, de distintos níveis, convivem no mesmo plano.

O melhor que podemos fazer é aprender o máximo que pudermos com elas.